segunda-feira, 12 de março de 2012

A liberdade




« When you have no one,
No one can hurt you (…)»
1


Nunca ninguém se interessa de facto por esse sujeito mais retórico do que real a que chamamos autor. O autor, como tal, é uma possibilidade, o pressuposto cómodo da obra. Se para as obras já há pouco tempo e ainda menor disponibilidade, para o autores, poucos ou nenhuns.
É nisto que se funda a sua liberdade: não deve nada a ninguém.




1. Will Oldam, “You Will Miss Me When I Burn”, in Palace Brothers, Days In The Wake, Domino Records, 1994.